Busca
Procure por artistas,
obras ou exposições
Paço das Artes
Av. Europa 158
Jardim Europa
CEP 01449-000
São Paulo/SP, Brasil
T 11 2117 4777 r. 413/414

Temporada de
Projetos

Temporada 2001

Desenhos

ABERTURA
11 agosto, 2001 - 12h00
VISITAÇÃO
11 de agosto a 09 de setembro de 2001
ACOMPANHAMENTO CRÍTICO
Kiki Mazzucchelli é curadora e crítica independente. Atualmente desenvolve pesquisa de doutorado junto ao centro de pesquisa TrAIN - University of the Arts, em Londres.
Kiki Mazzucchelli
Há a base que aqui está não para sustentar uma escultura, mas é apresentada como o próprio trabalho de arte. Na parte superior, como se algum sólido tivesse repousado ali durante um considerável espaço de tempo e impresso a marca de seu peso, as depressões que marcam a superfície fazem com que seja impossível que este objeto cumpra sua função original. Mas neste caso não devemos nos referir apenas ao paradoxo entre forma e função: ao operarmos no campo da arte, temos necessariamente que considerar os significados históricos, conceituais, sociais com que esse objeto em particular está carregado.

Da mesma maneira, Retrato e Paisagem aparecem como uma demonstração dos formatos clássicos da pintura e fotografia. A superfície velada é o resultado de uma falha no processo fotográfico que não permite que a imagem se fixe no papel. A própria ideia de representação passa a se articular na direção oposta àquela do cânone tradicional: já não é mais janela, mas torna-se espelho.

Como os grãos de areia que escorrem numa ampulheta, os minúsculos pedaços de borracha sobre a mesa evocam a ideia do tempo depreendido em uma tarefa específica, produto da obsessiva e incansável sucessão de tentativas e erros. Como produzir um trabalho de arte? 

Sem uma localização precisa no tempo e no espaço, produto de um esforço que poderia durar para sempre e vir a acumular toneladas de resíduos, a banal montanha é o testemunho de uma busca incessante pelo intangível.

RUÍDO BRANCO - ruído contendo diferentes frequências com a mesma intensidade

1. Tipos de Branco: o branco asséptico de um hospital, o branco vestido da noiva, o branco anglo-saxão protestante, o cubo branco.

2. A violência inerente à cor branca: a suposta neutralidade, a negação de qualquer interferência externa, o extermínio de tudo aquilo que ameaça sua imaculez.

3. O branco como sistema absoluto.

4. A impossibilidade de um branco: diz-se que os esquimós podem enxergar 17 tonalidades de branco.

5. A impossibilidade de um sistema absoluto.
REALIZAÇÃO

Realização
Fale Conosco | Mapa do Site | Ouvidoria | Transparência | Trabalhe Conosco Design ps.2 | Tecnologia ps.2wcms