Busca
Procure por artistas,
obras ou exposições
Paço das Artes
Av. Europa 158
Jardim Europa
CEP 01449-000
São Paulo/SP, Brasil
T 11 2117 4777 r. 413/414

Temporada de
Projetos

Temporada 1998

Teresa Viana

ABERTURA
24 novembro, 1998 - 20h00
VISITAÇÃO
24 de novembro a 21 de dezembro de 1998
ACOMPANHAMENTO CRÍTICO
Maria Izabel Branco Ribeiro dirige o Museu de Arte Brasileira desde 1995, é professora de História da Arte do Curso de Artes Visuais da Faculdade de Artes Plásticas e em cursos de Pós-Graduação Lato Senso em História da Arte, Design de Interiores e Design Gráfico.
Maria Izabel Branco Ribeiro
A pintura para Teresa Viana é o estabelecimento das relações entre matéria e cor, uma indissociavelmente ligada à outra. O uso da encáustica lhe garante a cor vibrante e opaca, densa e maleável. Propõe também a superfície espessa e de textura generosa. Sem buscar similaridade com as cores do mundo, busca não a luminosidade cromática e etérea, mas a cor concretizada em massa pastosa, que se metamorfoseia em outra, ambas saturadas, sem a contaminação das tonalidades médias. Superfícies irregulares, suas pinturas conservam a marca de sua gênese, que não chegam a configurar cicatrizes, por serem simultâneas à sua origem e não opostas à pele já criada. Ponto médio entre cor materializada e matéria cromática, suas últimas obras propõem um novo elemento. Estão mais próximas à potência da lava vulcânica brotando da terra do que à melancolia das neblinas retratadas por Turner. Sua materialidade alude ao elemento vidro - areia fundida ao estado de líquido de grande densidade - colorido que conforma o vitral e não à luz intangível por ele filtrada. Sua compreensão da pintura põe diante dos olhos a palheta usada por Monet. Palheta no sentido estrito do termo, significando a madeira em que dispunha as massas de cores puras, onde o tempo, ou melhor, as suas pinturas (as das telas) iam criando uma outra superfície cromática, matriz geradora das impressões retinianas de Giverny. Palheta como a ferramenta que possibilita a pintura, mas em si traz todos os caracteres da mesma, mas também como cor, a matéria que permite que essa pintura aconteça.

(fragmento de texto)
REALIZAÇÃO

Realização
Fale Conosco | Mapa do Site | Ouvidoria | Transparência | Trabalhe Conosco Design ps.2 | Tecnologia ps.2wcms