Busca
Procure por artistas,
obras ou exposições
Paço das Artes
Av. Europa 158
Jardim Europa
CEP 01449-000
São Paulo/SP, Brasil
T 11 2117 4777 r. 413/414

Notícia

Temporada de Projetos do Paço das Artes: 15 anos de fomento à jovem arte contemporânea

Por Josimar Valerio

Desde o início dos anos 1970, em um momento de ascensão de novas linguagens e formas de produzir e entender o que é arte, o Paço das Artes surgiu para ir além da função de depositário de objetos de valor artístico. Atuando através de uma perspectiva multidisciplinar, o espaço propôs novas alternativas de fomento à produção de arte contemporânea.

O programa de maior relevância nesse contexto é a Temporada de Projetos. Desde 1997, as dez edições da Temporada, que era bienal e passou a ser anual a partir de 2009, demonstram o caráter experimental do Paço das Artes e abriram seu espaço para novos artistas.

A cada edição, nove projetos artísticos e um projeto de curadoria são desenvolvidos com o respaldo da instituição, onde são expostos. Os selecionados também recebem acompanhamento crítico e a publicação de um catálogo, além de um prêmio de participação.

Juntas, as edições da Temporada de Projetos contabilizam cerca de 4.500 portfólios, 80 exposições e a projeção de mais de 180 artistas e cerca de duas dezenas de jovens curadores e críticos.

Perfil da Temporada de Projetos

Nomes atuantes nas cenas de arte contemporânea do Brasil e do mundo já foram selecionados ou convidados para exibir seus trabalhos no Paço das Artes através do programa. Veja abaixo a seleção de alguns desses artistas com um breve resumo de suas participações e projetos posteriores. As informações são do livro Enciclopédia temporada de projetos: 1997-2009, lançado pelo Paço das Artes em parceira com a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo no ano de 2010. Exemplares da obra, que compõe o Livro_acervo e registra todos os trabalhos que participaram de 12 anos do programa, podem ser retirados gratuitamente na instituição.

Paulo Climachauska teve o trabalho 5 portas selecionado para participar da 3ª Temporada de Projetos de 2001. A obra explora a noção da construção por meio da subtração, ironizando o processo construtivo. Em 2004, participou da 26ª Bienal de São Paulo e em 2010 apresentou o trabalho Rota da seda no projeto Zonas de contato, também no Paço das Artes. No ano seguinte participou da 8ª Bienal do Mercosul, em Porto Alegre. Possui obras em acervos públicos, como na Pinacoteca do Estado de São Paulo, no Museu de Arte Moderna de São Paulo e na Coleção Gilberto Chateaubriand.

A ressignificação de temas como paisagem, meio ambiente e cotidiano é recorrente na poética de Laura Belém, artista selecionada para participar da 3ª Temporada de Projetos de 2002. O trabalho exibido, Coreografia para figuras infláveis, apresentou 16 figuras, batizadas de birutas, infladas ou esvaziadas por um sistema de computador. No ano seguinte, Laura participou da 1ª Bienal de Praga, e, em 2005, da 51ª Bienal de Veneza. Já expôs na Itália, Alemanha, Dinamarca, Japão e Canadá. Em 2012, apresentou o trabalho The temple of a thousand bells, na cidade de York, no Reino Unido.

Na 4ª Temporada de Projetos de 2003, a artista Ana Teixeira, que tem como foco de sua produção as relações humanas, apresentou o trabalho Nosotros hablamos la misma lengua. No dia da vernissage da Temporada de Projetos, um dos trabalhos por ela apresentados foi um carro de som que percorreu o bairro do Butantã, em São Paulo, proferindo verbos no imperativo. Em 2006, participou da 1ª Bienal de Performances – Deformes, em Santiago (Chile) e em 2008 esteve em cartaz com uma exposição individual na instituição Mercer Union, no Centre for Contemporary Art, em Toronto, Canadá. Seu último trabalho foi a exposição individual Nós em mim, apresentada no SESC São Carlos (SP, 2012).

Investigando os elementos arquitetônicos, sua funcionalidade e contexto, a artista Renata Lucas apresentou o trabalho Falha na 4ª Temporada de Projetos de 2003. A obra consiste em uma estrutura de chapas de madeira que se organiza numa trama articulada, estendendo-se pelo piso do Paço das Artes. No ano de 2006, participou da 27° Bienal de São Paulo e em 2009 da 53° Bienal de Veneza. Em 2010, realizou mostra individual no KW Institute for Comtemporary Art (Berlim, Alemanha) que foi premiada com o Ernest Schering Foundation Art Award. Em 2012, a artista retornou à Alemanha para participar da 7ª Bienal de Berlim.

Questões como identidade, lugar e agenciamento de espaços nas mídias digitais fazem parte da produção de Raquel Kogan, como no trabalho Projeção, apresentado na 4ª Temporada de Projetos de 2004. Nesta videoinstalação, a imagem projetada interage com os visitantes em uma realidade ilusória através de um vidro reflexivo. A artista participou da exposição Code live, na Olimpíada Cultural de Vancouver (Canadá, 2010) e do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (FILE) em São Paulo (2010) e no Rio de Janeiro (2012).

Tatiana Blass, artista que busca a interação entre obra e espaço, foi selecionada para participar da 5ª Temporada de Projetos de 2006 com a obra Páreo. O trabalho consiste em uma escultura em mármore em que quatro patas de cavalo em tamanho real desciam as escadarias do Paço das Artes. Em 2009 expôs a individual Cão cego, no Museu de Arte Moderna da Bahia, e participou da coletiva Realidades imprecisas, no SESC Pinheiros, em São Paulo. Em 2010, participou da exposição Crossing [travessias], também no Paço das Artes. Em 2012, apresentou a obra Acidente, na Galeria Millan, em São Paulo.

Nino Cais expôs o trabalho Colagens, colunas na 1ª Temporada de Projetos de 2010. Nas palavras do crítico Carlos Eduardo Riccioppo, o trabalho consistiu em uma série de objetos tridimensionais que faziam combinações distintas, buscando chegar à formulação de uma imagem única, marcada pela fragmentação. No mesmo ano, participou de Projection, mostra que aconteceu em Paris (França). O artista irá participar da 30ª Bienal de Arte de São Paulo, que acontece entre os dias 7 de setembro e 9 de dezembro de 2012.

Artistas convidados

Carmela Gross, artista que atua desde 1960, foi convidada a participar da 2ª Temporada de Projetos de 1999 com um vídeo e uma série de desenhos intitulados Hélices. O trabalho cria um espaço hipnótico, com imagens de hélices que se movimentam em círculos. Carmela participa de mostras no Brasil e no exterior e possui obras públicas permanentes nas cidades de Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Laguna (SC) e Paris (França).

Na 2ª Temporada de Projetos do ano de 2000, em um trabalho sem título, a artista convidada Tomie Ohtake espalhou pelo espaço expositivo do Paço das Artes 12 esculturas circulares contorcidas de metal brancas, aros que balançavam conforme o toque do espectador. Tomie possui diversas obras públicas que viraram marcos, como a escultura comemorativa dos 80 anos de imigração japonesa ao Brasil, na Avenida 23 de Maio, na cidade de São Paulo.

Os projetos de curadoria também marcam as Temporadas de Projetos. Na 4ª temporada de 2004, os pesquisadores Christine Mello e Arlindo Machado lançaram o projeto de curadoria O corpo. Entre o público e o privado, com obras de quinze artistas brasileiros que, a partir de diversos meios tecnológicos – vídeos, videoinstalação e computador multimídia -, falaram sobre o corpo na vida pública ou na vida privada.

Temporada de Projetos de 2012

A abertura da 4ª Temporada de Projetos de 2012 acontece no dia 20 de agosto, às 19h30. Com exposições individuais dos artistas Bartolomeo Gelpi, Carlos Monroy e Pedro Motta, a última edição do ano do programa será marcada também por uma conversa entre os artistas da Temporada e público e pelo lançamento do catálogo da Temporada de Projetos 2010.

A edição de 2012 da Temporada de Projetos recebeu 410 portifólios de artistas brasileiros e estrangeiros. A pré-seleção ficou a cargo de Claudio Cretti, Paulo Miyada, Rejane Cintrão e Thais Rivitti. Já o júri responsável por definir os nove trabalhos artísticos e o de curadoria ficou a cargo de Priscila Arantes, Cristiana Tejo, Rejane Cintrão e Tadeu Chiarelli. Os artistas selecionados foram Bartolomeo Gelpi, Carlos Monroy, Daniel Caballero, Michel Zózimo, Paulo Almeida, Pedro Motta, Rodrigo Torres, Wagner Morales e Walter Gam.

Convocatória para a Temporada de Projetos 2013

No mesmo dia da abertura da 4ª Temporada de Projetos 2012 a diretora técnica do Paço das Artes, Priscila Arantes, fará o lançamento da convocatória para 2013 do programa. Artistas em início de carreira interessados em participar poderão enviar seus projetos entre os dias 27 de agosto e 06 de outubro. Serão selecionados 10 projetos, sendo 1 de curadoria e 9 de artistas. Os artistas escolhidos receberão o Prêmio de Participação de R$ 1.300. Já o projeto de curadoria receberá o valor de R$ 3.200.

5 portas, 2001. Paulo Climachauska

Falha, 2003. Renata Lucas

Páreo, 2006. Tatiana Blass

Sem título, 2010. Nino Cais

Sem título, 2000. Tomie Otake
REALIZAÇÃO

Realização
Fale Conosco | Mapa do Site | Ouvidoria | Transparência | Trabalhe Conosco Design ps.2 | Tecnologia ps.2wcms