Busca
Procure por artistas,
obras ou exposições
Paço das Artes
Av. Europa 158
Jardim Europa
CEP 01449-000
São Paulo/SP, Brasil
T 11 2117 4777 r. 413/414

Visões Berlinenses

ABERTURA
11 março, 2007 - 19h00
VISITAÇÃO
12 de março a 08 de abril de 2007
CURADORIA
Tereza Arruda
ARTISTAS PARTICIPANTES
Brigitte Waldach, Clemens Krauss, Mariana Vassileva
APOIO
caixa
cpfl
tso

Visões Berlinenses

Tereza Arruda
O intercâmbio cultural entre Brasil e Alemanha se desenvolveu intensamente nos últimos anos. Um dos pontos culminantes foi o programa “Copa da Cultura”, realizado em 2006, como programa oficial do governo brasileiro em parceria com a Casa das Culturas do Mundo em Berlim, por ocasião da Copa do Mundo na Alemanha.

Os artistas participantes da mostra Visões Berlinenses ocupam-se da representação humana e sua postura diante da sociedade através de três visões e tendências artísticas distintas. O tema central na obra de Clemens Krauss é o corpo humano. Sua obra pictórica, instalativa, fotográfica e performática remete a um processo sem a intenção de ser um todo fechado. A partir de seu próprio corpo, Clemens Krauss assume posturas baseadas no contexto político, moda, sexualidade ou historia, tematizando assim sua participação na construção da identidade contemporânea. Suas composições reduzidas criam uma tensão entre isolamento e movimento de massa, no qual finalmente o caráter subjetivo se retrai asi mesmo. As figuras ou os corpos utilizados por Clemens Krauss permanecem anônimos e fragmentados pelo distanciamento de seus contextos prévios.

Mariana Vassuleva transforma natureza-morta e movimento através de uma nova representação visual em uma obra de energia harmônica. Seu interesse não é o ato físico do movimento, mas o processo mental existente por trás deste ato. A artista transforma de forma minimalista objetos, situações e relações e os apresenta de forma sutilmente lírica. O observador é levado pelas obras através de um movimento sensorial para um mundo estranhamente representado. Neste processo, ele ou ela passa por uma sensibilidade crescente em relação a variações do cotidiano.

No projeto multimídia “schtung rot”, a artista berlinense Brigitte Waldach faz uso de material extraído do universo da literatura, historia da arte e também da mídia. Como pontos principais de sua referencia, podemos citar Stanley Kubrick e Samuel Beckett. Suas novas interpretações se concentram principalmente nos dois fatores espaço e figura: ela cria historias surreais e complexas ao redor de personalidades duplas, explorando, assim, mundos misteriosos e paralelos.

A precisão gráfica de sua obra se comunica instensamente com composições reduzidas e limitadas a cor vermelha que transpõe a leveza da suerficie em contraste com a profunda associação simbólica do conteúdo.
REALIZAÇÃO

Realização
Fale Conosco | Mapa do Site | Ouvidoria | Transparência | Trabalhe Conosco Design ps.2 | Tecnologia ps.2wcms