Busca
Procure por artistas,
obras ou exposições
Paço das Artes
Av. Europa 158
Jardim Europa
CEP 01449-000
São Paulo/SP, Brasil
T 11 2117 4777 r. 413/414

Títulos | Thiago Honório

Mostra da 2ª Residência Artística Paço das Artes

ABERTURA
16 novembro, 2015 - 19h00
VISITAÇÃO
Grátis | Livre
Visitação: até 27 de março de 2016

Acompanhamento crítico: Galciani Neves, Marcos Moraes e Nancy Betts
Júri: Marcelo Amorim, Nancy Betts e Priscila Arantes
CURADORIA
-
ARTISTAS PARTICIPANTES
Thiago Honório
Com trabalho inédito de Thiago Honório, Paço das Artes inaugura mostra da 2ª Residência Artística

O Paço das Artes --instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo--inaugura no dia 16 de novembro de 2015 a mostra Títulos, de Thiago Honório, artista selecionado para a 2ª Residência Artística Paço das Artes. A entrada é gratuita.

Criado em 2014 por Priscila Arantes (diretora artística e curadora da instituição), o programa visa fomentar a produção e a pesquisa sobre a arte contemporânea. “A Residência Paço das Artes é destinada a artistas e curadores já inseridos no sistema das artes. Essa característica o diferencia da convocatória da Temporada de Projetos, que desde 1997 seleciona artistas e curadores em início de carreira", diz Priscila Arantes.

Títulos reúne 190 trabalhos acadêmicos que o artista foi convidado a orientar ou arguir como membro de bancas examinadoras em diferentes instituições de ensino no período de 2006 a 2015. Entre eles, estão Trabalhos de Conclusão de Curso, Trabalhos de Graduação Interdisciplinar, Trabalhos de Intervenção Educacional, Monografias de Especialização Lato Sensu, Relatórios de Qualificação de Mestrado, Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado.

Na mostra, esses trabalhos serão colados uns aos outros e perfurados, apresentando uma fenda circular com 8,0 cm de diâmetro, de uma ponta à outra. Juntos, construirão um grande "corpo", cujo desenho evocará uma skyline, a partir de suas diferentes dimensões, alturas, espessuras, texturas, superfícies, encadernações, escrituras, fontes gráficas e lombadas coloridas. Desta forma, Thiago Honório busca problematizar as noções de troca de conhecimentos e atravessamentos a partir de sua experiência como artista e educador.

Para a crítica Nancy Betts, que acompanhou o desenvolvimento do projeto no Paço das Artes, Títulos parte inicialmente do gesto duchampiano de apropriação. “A partir de arquivos ‘mortos’, objetos descartados, dessemantizados, o artista realiza uma poética de ressignificação – um desvio que desprograma o status primitivo de inércia, desgaste, rotina ou esquecimento e propõe, por meio de uma força organizadora, articulações que se inserem na esfera da arte”, salienta.

Segundo Marcos Moraes, o uso da matéria-prima do ensino e da produção subverte certas relações habitualmente circunscritas a lugares, espaços e ambientes específicos, e às singularidades das relações e condições profissionais que lhes atribuímos. “Títulos joga com isso, ao não simplesmente esgarçar, mas perverter as figuras e mesclar papéis, travestir as roupagens, do artista, pesquisador, professor, orientador, arguidor, leitor, examinador, arquivista, bibliotecário, colecionador, curador... apaixonado e obsessivo”, diz.

Já Galciani Neves afirma que Títulos não se trata somente de um registro contábil acerca do que já foi feito, mas talvez de um convite a exercitar a prática do silêncio. “Assim Títulos nos aclimata no desafio de dar importância ao que se perde”, conclui.

Além do trabalho de Thiago Honório, o júri – formado por Marcelo Amorim, Nancy Betts e Priscila Arantes – selecionou para esta segunda edição da Residência Paço das Artes o projeto curatorial de Ana Maria Maia, previsto para ser apresentado no início de 2016.

Sobre o trabalho

Thiago Honório | Títulos, 2015


190 Trabalhos de Graduação Interdisciplinar, Trabalhos de Intervenção Educacional, Trabalhos de Conclusão de Curso, Monografias de Especialização Lato Sensu, Relatórios de Qualificação de Mestrado, Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado que o artista foi convidado a orientar ou arguir como membro de bancas examinadoras, como titular ou suplente, em diferentes instituições de ensino, entre 2006 e 2015, atados uns aos outros e perfurados por um corte central; suporte de madeira e cremalheiras metálicas afixadas entre o piso e as vigas do espaço.

2,60 m x 2,70 m x 0,30 m

Acompanhamento crítico: Galciani Neves, Marcos Moraes e Nancy Betts

Sobre o artista

A noção de “trabalho de arte” vem sendo problematizada pela produção do artista Thiago Honório (Carmo do Paranaíba, MG, 1979) desde, pelo menos, Documents (2012), elaborado no âmbito de uma residência artística na Cité des Arts, em Paris, passando por produções como Trabalho (2013) e Pintura de parede (2014), realizados na Red Bull Station, e, mais recentemente, Penca (2014) e Copa (2014). Títulos (2015), projeto desenvolvido na Residência Artística do Paço das Artes, consiste na construção de um corpo formado por trocas de diferentes saberes e autores, artistas, educadores. Trata-se, nesse caso, de um trabalho que traz em seu corpo diferentes trabalhos: um trabalho de trabalhos, trabalhos de trabalho.

SERVIÇO

Residência Artística Paço das Artes | Thiago Honório – Títulos

Abertura: 16 de novembro de 2015, segunda-feira, às 19h
Visitação: até 27 de março de 2016

* Na mesma ocasião, ocorre a inauguração de "Phantoms of Nabua", de Apichatpong Weerasethakul.

Paço das Artes
Avenida da Universidade, 1, Cidade Universitária, São Paulo – SP
Tel.: (11) 3814-3842 | 3815-4895
Quartas a sextas-feiras, das 10h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h.
Agendamentos de visitas orientadas: educativo@pacodasartes.org.br
Grátis

Phantoms of Nabua, de Apichatpong Weerasethakul | Sala de Vídeo

Em parceria com o CINUSP, o Paço das Artes exibe até 13 de dezembro Phantoms of Nabua, do tailandês Apichatpong Weerasethakul na Sala de Vídeo. A obra foi realizada na cidade de Nabua, onde o artista observou as memórias e as crenças religiosas dos habitantes. A proposta do diretor é uma videoinstalação, em que o filme é projetado numa tela dentro uma galeria, que é transformada em um espaço sombrio e fantasmagórico.
REALIZAÇÃO

Realização
Fale Conosco | Mapa do Site | Ouvidoria | Transparência | Trabalhe Conosco Design ps.2 | Tecnologia ps.2wcms