Busca
Procure por artistas,
obras ou exposições
Paço das Artes
Av. Europa 158
Jardim Europa
CEP 01449-000
São Paulo/SP, Brasil
T 11 2117 4777 r. 413/414

748.600

ABERTURA
25 janeiro, 2011 - 15h00
VISITAÇÃO
25 de janeiro a 27 de março de 2011

CURADORIA
Renan Araujo
ARTISTAS PARTICIPANTES
Caio Reisewitz, Carmela Gross, Cildo Meireles, Clara Ianni, Coletivo Filé de Peixe , Denise Rodrigues, Deyson Gilbert, Gerty Saruê , Jac Leirner, Lourival Cuquinha, Marcelo Cidade, Paulo Climachauska, PINO, Rodrigo Matheus
PATROCÍNIO
Banco Santander
Governo Federal
Lei de Incentivo a Cultura
REALIZAÇÃO
Expomus
Governo do Estado SP PB
Paço das Artes PB

Caio Reisewitz

São Paulo/Brasil, 1967
Vive e trabalha em São Paulo
Artista plástico formado pela FAAP e mestre pela ECA-USP. Participou de diversas exposições, como Bienal de São Paulo (2004), Bienal de Veneza (2004), Bienal do Fim do Mundo, Argentina (2007). Em 2010, realizou a individual Parece verdade, no Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro, abarcando diversas fases de sua produção.

Cildo Meireles

Rio de Janeiro/Brasil, 1948
Vive e trabalha no Rio de Janeiro, Brasil

Um dos principais artistas brasileiros, de reconhecida importância no contexto internacional. Desde a década de 1960, participou de diversas exposições individuais e coletivas em museus e instituições culturais pelo mundo. Recentemente realizou exposição no Museo Universitario de Arte Contemporáneo, na Cidade do México, e na Tate Modern, em Londres, Inglaterra.

Coletivo Filé de Peixe

Coletivo Filé de Peixe formado em 2006
Vive e trabalha no Rio de Janeiro, Brasil
Formado por Alex Topini, Felipe Cataldo e Fernanda Antoun. Desde 2006, participa de exposições em espaços institucionais e galerias de arte, mas o foco principal do coletivo são as ações em escala pública, dentre as que se destaca o projeto PIRATÃO, já realizado no Rio de Janeiro, em São Paulo, Pernambuco, Porto Alegre e Pará.

Deyson Gilbert

São José do Egito - PE/Brasil, 1985
Vive e trabalha em São Paulo
É bacharel em escultura pela ECA-USP. Participou em 2010 do Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo e da exposição À sombra do futuro no Instituto Cervantes, em São Paulo. Recebeu, em 2008, o prêmio bolsa de pesquisa do 47° Salão de Artes Plásticas de Pernambuco e o prêmio de melhor trabalho no 12° Festival da Cultura Inglesa.

Jac Leirner

São Paulo/Brasil, 1961
Vive e trabalha em São Paulo
Artista plástica formada pela FAAP. Realizou residência no Walker Art Center, em Minneapolis, EUA. Participou de várias exposições nacionais e internacionais. Possui obras no acervos do MoMA e o do Museu Guggenheim, em Nova York, do Museu de Arte Moderna de São Paulo e em diversas instituições do Brasil e do mundo.

Marcelo Cidade

São Paulo/Brasil, 1979
Vive e trabalha em São Paulo
É formado em artes plásticas pela FAAP. Participou de diversas coletivas, dentre as quais destaca-se a 2° Bienal de Arquitetura de Rotterdam, na Holanda, em 2005, e a 27° Bienal de São Paulo em 2006. Recentemente, teve trabalhos expostos na Fundação Serralves, em Porto, Portugal, e no Museo de Arte Contemporáneo de Castilla y León, na Espanha.

PINO

_
_
PINO é o nome de um empreendimento fictício. Suas proposições abarcam investigações que circunscrevem todos os aspectos da vida cotidiana. Operações de representação que visam, através de procedimentos vinculados aos processos industriais de fabricação, transporte, distribuição e comercialização de mercadorias, evidenciar características particulares aos objetos ou contextos aos quais os trabalhos se referem. Nos moldes de uma empresa real, cada esfera de atuação do projeto é pensada, a fim de que se sustente seu aparato ficcional: o desenvolvimento de novos produtos, a divulgação da pesquisa como um todo, assim como a forma dos textos ao definirem os trabalhos, sobretudo descritiva.

Carmela Gross

São Paulo/Brasil, 1946
Vive e trabalha em São Paulo
Doutora em arte e professora pela ECA-USP. Participou de várias edições da Bienal de São Paulo. Possui trabalhos em importantes acervos públicos e privados, além de obras em espaços públicos, no Brasil e no exterior. Recentemente a Pinacoteca do Estado de São Paulo apresentou a exposição Corpo de idéias, abrangendo mais de 40 anos de sua produção.

Clara Ianni

São Paulo/Brasil, 1987
Vive e trabalha em São Paulo
Artista plástica formada pela ECA-USP. Entre 2008 e 2009 realizou intercâmbio na Université Paris 8, tendo atuado nesse período como assistente do curador-chefe do Departamento de Artes Gráficas do Museu do Louvre. Em 2010, foi residente da Casa Tomada, –em São Paulo. Atualmente participa da Bolsa Pampulha, em Belo Horizonte.

Denise Rodrigues

Itaporã - MS/Brasil, 1981
Vive e trabalha em São Paulo
Artista plástica formada pela Faculdade Belas Artes de São Paulo. Participou de exposições no Museu de Arte de Ribeirão Preto, SPA das Artes, em Recife, VERBO, na - Galeria Vermelho, em São Paulo, e atualmente foi selecionada para o V::E::R 2011 – Encontro de Arte Viva, residência artística em Terra UNA, Liberdade, Minas Gerais.

Gerty Saruê

Viena, Áustria. Naturalizada brasileira
Vive e trabalha em São Paulo
Artista austríaca, naturalizou-se brasileira na década de 1950. Nos anos 1970, participou de edições da Bienal de São Paulo, do Panorama de Arte Brasileira do MAM-SP e de mostras em vários países. Realizou intervenções na cidade de São Paulo e diversos projetos com o artista Antonio Lizárraga. Recentemente apresentou exposição no Centro Cultural São Paulo.

Lourival Cuquinha

Olinda-PE/Brasil, 1975
Vive e trabalha em Londres
Sua formação inclui passagem pelos cursos de engenharia química, filosofia, direito e história na Universidade Federal de Pernambuco, todos não concluídos. Realizou exposições no Brasil, na França, Alemanha e Holanda. Participou do programa de residência Artist Links/British Council, na Inglaterra, e do Ècole Supérieure d’Art de Aix en Provence, na França.

Paulo Climachauska

São Paulo/ Brasil, 1962
Vive e trabalha em São Paulo
Graduou-se em História e Arqueologia pela Universidade de São Paulo. Realizou sua primeira exposição em 1991 no MAC-SP. Participou da 26ª Bienal Internacional de São Paulo em 2006 e, no mesmo ano, da 8ª Bienal de Cuenca, no Equador, e da 14ª Bienal de San Juan, em Porto Rico. Realizou exposições individuais no Moderna Musset, de Estocolmo, na Galeria Millan (SP), Galeria Lurixs (RJ), Project 01, Park Gauflstrafle, em Hamburgo, Paço Imperial (RJ), entre outras tantas instituições. Participou ao longo deste tempo de quatro edições do Panorama da Arte Brasileira, no MAM-SP, e de outras Bienais como as de Havana, em Cuba, Lima, no Peru, e da I Bienal Ceará América, em Fortaleza, além da coletiva no Henry Moore Institute em Leeds, na Inglaterra, e no Toyota Contemporary Art museum, no Japão. Possui obras nos principais acervos públicos do Brasil, a exemplo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, MAM-SP, Instituto Cultural Itaú, MAC-SP, Pinacoteca Municipal de São Paulo, MAM-RJ e Coleção Gilberto Chateaubriand.

Rodrigo Matheus

São Paulo/Brasil, 1974
Vive e trabalha em São Paulo
Rodrigo Matheus trabalha com diversas mídias. Suas obras discutem a natureza da representação na arte e sua relação com o design industrial, utilizando objetos e materiais comuns ao mundo corporativo. A instalação exibida na Temporada de Projetos é um espaço para fumar, envolto em vidro fumê e placas de Eucatex. No interior, pouco iluminado com luz fria, há dois cinzeiros, três cadeiras, dois exaustores e um ventilador. Em 2010, fica em cartaz com individual na Galeria Silvia Cintra & Box 4, Rio de Janeiro. Possui obra na coleção do Inhotim Centro de Arte Contemporânea, Minas Gerais.
REALIZAÇÃO

Realização
Fale Conosco | Mapa do Site | Ouvidoria | Transparência | Trabalhe Conosco Design ps.2 | Tecnologia ps.2wcms