Busca
Procure por artistas,
obras ou exposições
Paço das Artes
Av. Europa 158
Jardim Europa
CEP 01449-000
São Paulo/SP, Brasil
T 11 2117 4777 r. 413/414

Oficina

4º Paço Comunidade | Circo-Escola

2015

CURADORIA
Priscila Arantes
Para a 4ª edição do Paço Comunidade, o Paço das Artes --instituição da Secretaria de Estado da Cultura-- promove ações em três etapas distintas e encadeadas a fim de ressignificar o espaço comunitário do Circo Escola no Jardim São Remo ao longo de 2015. 

Na 1ª etapa, os responsáveis pelos encontros teórico-práticos de rua, grafite e street art são os artistas do SHN (Coletivo Rua Produções Artísticas, formado por Eduardo Saretta e Haroldo Paranhos), com contribuição do grafiteiro Izu. Como resultado, conforme propostas dos jovens participantes, serão pintadas áreas coletivas das áreas laterais e externas do Circo Escola São Remo, totalizando 100m² de pintura.

Para a segunda etapa, as arte/educadoras Karin Lima e Camila Krantz receberão os participantes no Paço das Artes, junto com a equipe do Núcleo Educativo da instituição.

Para a última etapa, o Paço das Artes convida o grafiteiro Izu (Ivo Ferreira) para conduzir durante três dias a realização coletiva de uma pintura mural com os jovens participantes do projeto no Espaço Subsolo do Paço das Artes, na Cidade Universitária. 

Sobre o Paço Comunidade 

Dentro da perspectiva de repensar o papel institucional do Paço das Artes, procurando criar dispositivos mais relacionais com a comunidade do entorno da instituição, Priscila Arantes (diretora artística e curadora do Paço das Artes) concebeu, em 2013, o Paço Comunidade. "O projeto curatorial nasceu de uma percepção fundamental: a de que a maioria do público do Paço das Artes era de classe média e alta, e de que a população do entorno do Paço das Artes, especialmente os moradores da comunidade São Remo, não conhecia e não visitava a instituição", diz.

A primeira edição do projeto ocorreu em 2013, a partir de oficinas de estêncil e pintura ministradas pelo artista Anderson Rei. Assuntos como intervenção urbana e espaço público foram abordados, e as ações desenvolvidas na oficina culminaram em uma intervenção colaborativa no Jardim São Remo, mais especialmente em um muro que separa o jardim São Remo da Cidade Universitária.

No primeiro semestre de 2014, foi a vez do artista, professor e arte-educador Alberto Tembo. Ao trabalhar com o tema “Obra-jogo de construção, uma instalação artística coletiva”, Tembo e os participantes, a partir de inúmeras oficinas, criaram coletivamente objetos tridimensionais, como brinquedos, esculturas e protótipos de um parquinho que foi criado coletivamente na comunidade.

Para a terceira versão do Paço Comunidade, Priscila Arantes convidou a artista Mônica Nador. Durante seis meses, a artista e os integrantes do JAMAC, com o apoio da equipe do Paço das Artes, desenvolveram, junto aos moradores da São Remo, oficinas de estêncil e estamparia. Posteriormente, os panos e as estamparias ganharam outra dimensão conceitual, sendo transformadas em roupas pelo designer têxtil Renato Imbroisi, convidado por Mônica Nador a participar do projeto. Além das roupas serem feitas com as estampas desenvolvidas pelas participantes, o modelo de cada roupa era uma réplica da vestimenta preferida de cada uma das participantes da oficina.

O resultado dessas oficinas – as estamparias bem como as roupas desenvolvidas – foi então exposto no Paço das Artes (av. da Universidade 1 - Cidade Universitária), na mostra Mônica Nador + JAMAC + Paço Comunidade, que ficou em cartaz de 25 de janeiro a 25 de março de 2015 (assista aqui ao vídeo sobre o processo).


REALIZAÇÃO

Realização
Fale Conosco | Mapa do Site | Ouvidoria | Transparência | Trabalhe Conosco Design ps.2 | Tecnologia ps.2wcms